Agarra demais !!!

Nação Bacalhau,

Devemos a vitória de ontem única e exclusivamente à nossa muralha, F. Prass !

Com um começo alucinante ( gol do maestro logo com um minuto e meio ), e um restante de jogo com defesas mais alucinantes ainda do nosso arqueiro, passamos o decorrer dos 89,5 minutos seguintes no sufoco, com o coração na mão ( sou uma pessoa educada, não vou expor aqui o que o resto da torcida tinha na mão apesar de não ser bem o coração ), e embora ele esteja ali para isso mesmo, é sempre bom ver que a saga vascaína de grandes goleiros não se encerra !

Uma das defesas foi comparada a de Gordon Banks na copa de 70 em uma cabeçada do vascaíno Pelé, o que nos honra mais ainda, mas o mais impressionante foi o que os outros torcedores acharam da nossa vitória: Sorte !

Sinceramente, se por exemplo, o primeiro gol tivesse sido anotado por Pituca, Bida, Agenor, Marcão, tudo bem, seria sorte, mas pelo maestro Felipe não, é categoria, até porquê nenhum jogador do patético fez, faz ou fará um gol daqueles, me poupem, evitem respostas humilhantes e se coloquem no lugar de vocês, disputando campeonato Goiano, e deixem títulos e jogadores de verdade conosco !

No mais, destaque negativo para “O Cone” Alecsandro, DS10 perdendo uma chance incrível assim como Éder luiz, até o “Mito” Dedé estava nervoso, mas o importante é que conquistamos 3 pontos que nos colocam novamente na briga pelo título nacional.

Está aberta a temporada de caça à raposa, quarta-feira saberemos o resultado dela !!!

PRA CIMA DELES !!!!!!!!

Rafael De Nadai Bacchi – Sócio 11639

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O drama de um co-irmão !

Nação Bacalhau,

Hoje abro espaço no blog para falar de um drama que tem dominado as páginas esportivas não somente da Argentina mas do mundo: A situação do River Plate no campeonato argentino !

Mas vocês certamente perguntarão: O que isso tem a ver com o Vasco ? As coincidências são imensas, o drama e a dor da torcida bem semelhantes, podem apostar.

O River sofre, assim como o Vasco sofreu, com anos e anos de péssimas administrações, de irresponsabilidade de seus dirigentes, que trouxeram para campo indigentes e inergúmenos que mancham, mancharam e mancharão a sua bela história para sempre ao que tudo indica, no próximo final de semana.

No Vasco, o sujeito que levou o clube a uma situação insustentável atende pelo nome de Eurico Miranda, no River se chama José Maria Aguillar. Um celeiro de craques como Aimar e Saviola, uma fonte quase inesgotável de promessas secou, e os que surgiam, eram vendidos rapidamente para que dívidas fossem quitadas ! 

Outra infeliz coincidência é que, assim como não tinha ocorrido com o Vasco até 2008, o River nunca caiu, em um campeonato extremamente disputado mas que depende muito de suas estrelas, principalmente dele e do seu maior rival, o Boca Juniors, para atrair a atenção da mídia.

Mas talvez a maior semelhança com o clube de Buenos Aires, além da camisa ( Não, a nossa não foi inspirada neles e sim em uma passagem de Os Lusíadas de Luís de Camões ), seja que assim como o Vasco em 2008, o River é comandado por um grande ídolo, o Vasco por Dinamite e o nosso co-irmão por Daniel Passarella, o que aumenta a dramaticidade da situação, como estará a cabeça da torcida portenha ?

Independente do resultado, uma coisa é certa: Gigantes dormem e acordam, anões nunca crescem ! Assim como o clube da colina deu a volta por cima ganhando a série B, contra tudo e contra todos, com sua imensa torcida aguentando seguidas provocações dos seus rivais e mais ainda, levantando o caneco da Copa do Brasil, o gigante de Nuñes também renascerá das cinzas, apoiado na sua fanática e apaixonada torcida, que é quem realmente sofre, quem merece dias melhores, e que faz desse, um dos maiores e mais importantes clubes do planeta !

 

ARRIBA MUCHACHOS !!!!!! 

Rafael De Nadai Bacchi – Sócio 11639

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Sabor amargo !

Nação Bacalhau,

Apesar do gol espírita de Bernardo, O Iluminado, o Vasco entregou o empate no sul, em um jogo de nível técnico sofrível.

O início parecia promissor para os gaúchos, com duas defesas fantásticas da muralha da colina, inclusive pegando um pênalti ( não é por acaso que choveu ! ), para depois equilibramos as ações !

Éder Luis, para mim um dos responsáveis pelo empate, teve uma chance incrível ainda no primeiro tempo quando uma bola sobrou limpa depois de rebater na zaga gremista, e era ele e o goleiro, o goleiro e ele….mas o inergúmeno consegue deixar a bola sair pela lateral e apesar da conclusão correta, a jogada já havia parado !

No segundo tempo, depois de um golaço de Bernardo, O Iluminado, que havia acabado de entrar no lugar de DS10, o mesmo Éder Luis teve um contra-ataque nos pés e era somente tocar para Alecssandro, O Cone, que certamente entraria com bola e tudo, mas o nosso camisa 7 achou que vestia a 7 do Botafogo e pensou ter incorporado Garrincha, mas provavelmente o Garrincha bêbado, pois além de não passar, gerou um contra-ataque tricolor que gerou um escanteio que gerou uma falha da nossa defesa e que gerou uma raiva imensa na torcida cruzmaltina pois a equipe sulista é horrorosa, e perder pontos, mesmo na casa deles, é para perder a paciência !

Fim de jogo, empate com sabor amargo, temos agora um compromisso em terras goianas contra o patético goianiense, nada mais óbvio e necessário que arrancarmos 3 pontos contra essa baba, ainda mais que, eles usam uma camisa de cores nada agradáveis para nós, basta imaginar que estaremos enfrentando o urubu goianiense e enfiarmos 5 neles, nada mais justo !

PRA CIMA DELES !!!!!!!!

Rafael De Nadai Bacchi – Sócio 11639

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

The party’s never over ( Somente para a torcida ) !

Nação Bacalhau,

Quando critico o R. Gomes, sou rebatido na maoria das vezes, mas continuo tendo razão, ao meu ver e ao meu entender: Se os jogadores terão uma semana de descanso, qual a razão de poupar metade da zaga titular ( Ou 70% dela, entenda-se por Dedé ), sabendo que não temos reservas à altura ?

O resultado desastroso de hoje foi causado por mais uma falha desse câncer e praga maldita chamada fernando ( com letra minúscula mesmo, minúscula como seu ridículo futebol ), que resultou na perda de 2 pontos no final da partida, mas essa foi somente a ponta do iceberg ! Sei que vão falar: Hááá, mas os jogadores estão cansados, a maratona de jogos foi muito grande. Tudo bem, mas o campeonato Brasileiro está comendo solto e apesar do que a maioria acha ou achava ( inclusibe esse blogueiro ) os reservas não seguram o tranco, e se seguraram foi por quê os adversários eram miseráveis, como esse Figueirense de hoje, sofrível, pois quando fomos apertados, levamos de 5 !

Enfim, para os jogadores a festa acabou, para nós não, temos direito, eles não, que tratem de se concentrar e esquecer a copa do Brasil pois esse campeonato nacional é um dos mais fáceis dos últimos anos, não podemos amolecer, temos uma chance de ouro nas mãos !

Não devemos nos esquecer que estamos há 3 jogos sem vencer ( duas derrotas e um empate ) e que, a cobrança na forma de vaias no final do jogo É ACERTADA, JUSTA E CABÍVEL, afinal de contas, estamos falando de Vasco da Gama, não de Coritiba, Figueirense, Goiás, Atl. Goianense, seu irmão do sul não menos patético, e as outras barangas nacionais, voltando a frisar, as comemorações para os atletas devem se encerrar hoje, não queremos sofrer e nem reviver momentos de terror que já passamos em edições passadas, a desculpa de estarmos disputando duas competições ao mesmo tempo não existe mais ! Essa frase batida que “O campeonato começou agora” é receita pronta para a desgraça, para o fracasso, quando se percebe, não existe mais volta !

Quanto aos festejos pela chegada do nosso rei, nada a dizer, foi tudo belíssimo, como somente nós sabemos fazer ( vide a chegada de Curitiba dos campeões nacionais ), e somente devemos agradecer pelo carinho com que ele trata a instituição, o respeito que tem pela torcida e pelo clube, é um exemplo para muitos que nunca deveriam ter pisado no gramado sagrado de São Januário e para os que virão se espelharem, um exemplo de atleta e de ser humano, um rei, mas um rei humilde, que mais parece um súdito, e tenho certeza que irá nos liderar rumo aos títulos em série que tanto queremos !

Os que conquistam títulos em clubes são eternos, no Vasco mais eternos ainda, sabemos reverenciar nossos heróis, mas quem veste essa camisa deve querer sempre mais, como nós queremos, como estamos acostumados, fazemos questão de manter essa tradição vitoriosa e cobramos sim, somos chatos, grudamos igual carrapatos quando os resultados não acontecem, mas essa instituição maravilhosa é assim, e é por esse motivo, detalhe tão pequeno, essa obsessão pelas vitórias constantes, além claro de outros detalhes e situações que levariam anos para serem descritas, que a taça da Copa do Brasil se encontra no bairro de São Cristovão nesse exato momento, e não no alto da Glória !

BEM VINDO REI !!!! PRA CIMA DELES !!!!!!

Rafael De Nadai Bacchi – Sócio 11639

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Meninos, eu vi !

Nação Bacalhau,

Traduzir em palavras a catarse de sentimentos e de emoções que se sucederam após o apito final da partida de quarta-feira seria impossível, e ainda é, pois como dizem, a ficha ainda não caiu, parece que ainda sofremos com um jejum enorme, mesmo sabendo que ele acabou, mas isso se deve ao tamanho da pressão que sofremos nesses últimos anos, e sim, fomos nós, carregadores de pianos do dia a dia vascaíno, os torcedores, que realmente sofremos com as derrotas, com as humilhações, com as piadas…

Pois é meninos, os últimos 8 anos não foram nada fáceis, não mesmo, e ontem após a consolidação de nosso sucesso, ao telefone, chorando evidentemente, parecia que um filme passava na minha cabeça, um filme de horror, e pior, que nunca chegava ao final, interminável, que garanto que ainda ecoa, mas que o mar de vascaínos que recepcionou nossos heróis fez que questão de lavar e levar para cada vez mais longe pela onda vascaína que tomou conta do Rio, do Brasil…!

Meninos eu vi um clube que, após conquistar quase tudo em pouco mais de 4 anos, entrava numa crise que parecia não ter fim, de todas as formas: Moral, política, financeira e de consciência. Ano após ano nos afundávamos nos nossos próprios erros, nas próprias mazelas e o clube se consumia, se destruía, criando um abismo imenso entre o que ele foi recentemente e o que a sua imensa torcida bem feliz acabara de ver e o que ela queria, ficando a pergunta: Meu deus, aonde fomos e aonde vamos parar ?

Meninos eu vi uma sucessão de indigentes e imorais vestirem nossa camisa, de brigas internas acabarem com o já frágil ambiente que dia após dia ficava mais pesado, mais denso, e com essas brigas, a contaminação passar para o campo era questão de tempo, tornando a nossa vida um verdadeiro inferno na terra, ano após ano, dia após dia, jogo após jogo !

Meninos eu vi nossos rivais ganharem títulos, chegarem em finais, levantarem taças e nós sendo chamados de quarta força, de novo América, de pequenos, de sem futuro, isso para um clube que, volto a frisar, há pouco tempo era dono da América, do Rio de Janeiro, do Brasil.

Meninos eu vi chegarmos ao fundo do poço, uma humilhação sem igual que ocorreu em dezembro de 2008 e que até hoje machuca, dói e dá um nó no estômago somente de lembrar, pois essa mancha é eterna e naquele momento parecia que a confiança tão sólida que eu havia colocado nesse mesmo blog dias atrás, confiança que nos levou a lugares e conquistas consideradas impossíveis, havia se perdido para sempre, o mundo desabava na nossa cabeça naquela tarde de domingo…

Mas meninos também vi uma mola naquele poço sem fundo, pequena diga-se de passagem mas que foi suficiente para escalarmos as paredes do buraco, com extrema dificuldade, mas sempre olhando para cima e vislumbrando a passagem de volta aos dias de glórias, aos títulos, ao orgulho, a volta às raízes, de onde realmente viemos e de como chegamos aqui, porquê chegamos e que nada foi por acaso !

Vi uma torcida de certa forma acomodada se tornar cada vez mais fanática, cada vez mais apaixonada, que abraçou a instituição, que pegou o cube no colo e o embalou até que ele acordasse de novo, que ele despertasse, como um pai que ensina o filho a andar de bicicleta pela primeira vez e depois se solta mas nunca é deixado sozinho, sempre sob observação constante !

Essa torcida NUNCA atrapalhou o desempenho em campo, ela apenas, com o seu nervosismo e suas cobranças mandou um recado para quem estava em campo: A humilhação acabou, vamos empurrar, mas queremos raça, queremos voltar de onde nunca deveríamos ter saído, azar ou sorte de vocês, se virem !

E finalmente meninos, eu vi, o que me envelheceu alguns anos, um jogo nervoso, tenso mas que graças a todos os santos, coroou não somente um time, mas uma torcida que mais do que qualquer outra, merecia a volta por cima em grande estilo, sofrido ao extremo, mas em grande estilo, até porquê ninguém disse que seria fácil, mas certamente que valeria muito, muito a pena !

O momento é espetacular, uma alegria e uma energia positiva que parece não ter fim, e agora é hora de aproveitar já que no sábado o nosso rei estará oficialmente reapresentado e o céu é o limite, mas tenho certeza que, apesar dos momentos de tristeza e de incerteza terem ficado no passado, nunca nos esqueçamos das lágrimas derramadas quando nada dava certo, pois são essas marcas que não nos deixarão cometer os mesmos erros e nem deixar que outros cometam, e que são os momentos nebulosos que nos fazem crer em dias melhores, nos fortalecem e dão cada vez mais certeza que somos abençoados por termos a cruz de malta no peito desde que nascemos…!

É CAMPEÃO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Rafael De Nadai Bacchi – Sócio númer0 11639

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O futuro…

Nação Bacalhau,

A essa hora, por volta dessa hora para ser mais exato, na quarta-feira, o jogo da década, do ano, do século, como queiram, terá se encerrado ou estará muito próximo de se encerrar, até porquê não acredito em pênaltis e sim que tudo se encerre no tempo normal, ficando a pergunta: Como será o futuro ?

Somos eternos, e muitas outras finais virão, mas como já disse, hipocrisia não cabe aqui e diante dos acontecimentos dos últimos 8 anos o título é o único caminho aceitável, o pensamento positivo de 25 milhões é para isso, fora os pessimistas mas esses não contam.

E pensar que no início de 2011 chegar a essa final seria improvável, impensável, vencer jogos como contra o patético paranaense, hawaianos, da forma como foram esses jogos, mas o que é nossa história se não um misto de superação, de viradas improváveis ( dentro e fora de campo ), de determinação diante das dificuldades, de enfrentamento de nossos muitos adversários, internos e externos, enfim, de uma garra impressionante diante de tudo e de todos que querem nos derrubar, pois quem disse que para chegarmos até aqui seria fácil ? Mas duas certezas eu tenho: A primeira é que nada é fácil para nós, e a segunda é que no final tudo vale a pena !

Amanhã é somente mais um capítulo desse livro absolutamente espetacular, um épico realmente, que esperamos que seja emocionante realmente, único e digno da nossa camisa e da nossa torcida, que nos revigore e nos de vontade de ler e reler, mostrar para filhos, netos, bisnetos e para todos, o quanto somos orgulhosos de ter essa cruz de malta no peito, somos de qualquer forma, de qualquer jeito, mas com esse título dessa quarta, muito, muito, muito mais, se é que isso é possível, mas o que é impossível para nós ?

E quanto o futuro….a deus pertence…!

 

 

PRA CIMA DELES !!!!!

Rafael De Nadai Bacchi – Sócio 11639 !

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Confiança e fé inabaláveis !

Nação Bacalhau,

Toda desgraça ensina e ajuda, a de hoje nos ajudou mais do que pensam:

– Eles vem com tudo, super motivados para a quarta-feira, então quando pegarmos o primeiro contra-ataque e ensacarmos 1×0 acabou a brincadeira, para isso precisamos de Éder Luiz e ele estará em campo, necessitamos da velocidade dele, deixe eles virem, deixa eles acharem que esse domingo será igual à quarta, queremos isso mesmo, nem conseguirão anotar a placa do trem – bala que os atropelará ! 

-Essa semana se noticiou que Fernando poderia renovar, ou seja, esse infeliz se deus quiser nunca mais pisará no gramado sagrado de São Januário depois de hoje !

-Essa semana se noticiou que Dedé seria moeda de troca por Éder Luiz e F. Bastos, então, como se pôde perceber, Dedé não se vende !

Evidente que ninguém achou essa derrota algo bom, mas minha confiança e minha fé estão absolutamente intactas, inabaláveis, pois eu sei o que essa torcida passou nesses últimos 8 anos, o quanto ela merece esse título, o quanto ela sofreu, o quanto ela acreditou e se decepcionou, merecemos essa conquista mais do que qualquer um e sabemos o quanto ela será importante para todos mas além disso, também acredito que esse jogadores querem trazer esse troféu pra casa, mais do que os outros já que é um grupo identificado, guerreiro e ciente da responsabilidade, que os adversários fiquem com o estadual e nós com um título de clube grande, de camisa de tradição e que faz tremer o céu e a terra !

Agora de uma vez por todas, e pra esquecer definitivamente do que ocorreu no dia de hoje entre as 16:00 e as 18:00 e só pensar na quarta-feira:  Viu o tri do Pet, do ano de 1999 ao ano de 2001 ? E a final do estadual de 2004, lembra dela ? E a final da copa do Brasil de 2006, lembra dela também  ? E o dia 07-12-2008, se recorda dele ? Se a sua resposta foi sim para alguma das perguntas anteriores eu te afirmo: Se nenhum desses eventos te abalou a ponto de abandonar o Vasco e continuar acreditando em dias melhores, não vai ser uma simples derrota, apesar do placar dilatado, do time “B” deles para o time “C” nosso que vai te abalar !

A minha confiança no triunfo é como a camisa abaixo, inabalável, e a sua ?

 

PRA CIMA DELES !!!!!

Rafael De Nadai Bacchi – Sócio 11639

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários